Na última segunda-feira (15), o Deputado Estadual Volnei Weber esteve em uma reunião com o Secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro para tratar sobre o colapso da saúde do Estado, em especial na região Sul. Participaram também o presidente do Hospital Santa Teresinha, Pedro Michels Neto, o prefeito de Braço do Norte, Beto Kuerten Marcelino, o Secretário Municipal de Saúde, Sérgio Arent, os diretores técnico da instituição, Dr. José Nazareno Goulart Junior e geral, Vitor Abitante. Além do responsável técnico da prefeitura, Dr. João Eugênio Heidemann e Silva.

O objetivo do encontro foi tratar sobre ampliação dos leitos de atendimento ao Covid na região, que se encontra com sua capacidade máxima.

O Deputado Volnei Weber já estava em tratativas com o Secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, para que novos leitos clínicos e de UTI fossem criados na região, contudo, ainda existe uma limitação nos espaços físicos e de equipe nos Hospitais que já se encontram credenciados junto ao Estado para o enfrentamento da pandemia Covid-19, o Hospital Santa Terezinha era um desses.

Devido a essas limitações, desde o início da semana passada o Deputado manteve contato com os Prefeitos do Vale de Braço do Norte, e que são atendidos pelo Hospital Santa Terezinha, para que uma ação conjunta e de união de esforços fosse realizada, a fim de que pudesse ser oportunizado mais espaços físicos de atendimento, bem como disposição de profissionais da saúde dos respectivos Municípios em favor do Hospital Santa Terezinha, e prontamente todos os Prefeitos foram solidários a ação atendendo ao pleito e se colocando a disposição para que essa ação fosse concretizada.

Assim, dessa união de esforços, haverá a possibilidade de instalação de novos leitos clínicos no Hospital de Rio Fortuna, e com isso o remanejamento dos atendimentos clínicos feito pelo HST, consequentemente, havendo mais espaço em sua estrutura física.

Diante disso, o Secretário de Estado da Saúde anunciou a ampliação de 4 para 10 Leitos de Suporte Ventilatório (LSV) semi-intensivos de tratamento a COVID-19 no Hospital Santa Teresinha, e de 22 para 36 leitos clínicos na região do Vale de Braço do Norte.

Com a concordância, o HST fará imediatamente o levantamento da matriz de necessidades para tal, como: equipamentos, recursos humanos, materiais, além dos recursos financeiros para, após, fazer um chamamento aos prefeitos da região para expor essas necessidades.
“A saúde de Santa Catarina está em alerta. Precisamos de medidas imediatas. Agradeço ao Estado pelo retorno imediato ao nosso pedido de ampliação dos leito, e a sensibilidade de todos os Prefeitos que prontamente aderiram a essa proposta coletiva”, fala o parlamentar.

UTI no HST de Braço do Norte

Em gesto nobre, o Secretário André Motta Ribeiro garantiu ainda mais R$2 milhões para o projeto de ampliação do HST que prevê a implantação de leitos de UTI para a região via convênio em data a ser definida para a assinatura.

“Estou desde o ano passado em diálogo com o Governo do Estado reivindicando para que auxiliassem na liberação do restante dos recursos para ajudar a subsidiar a construção da UTI, e assim não ter que depender dos recursos da cooperativa. Na data de hoje recebemos com muita alegria a informação do Secretário Mota que o Governo será parceiro, e liberará 2 milhões de reais para construção da UTI do Hospital Santa Terezinha, e o restante será repassado pela Prefeitura de Braço do Norte Assim, não precisaremos mais aguardar pela deliberação da Cerbranorte para dar início a essa grandiosa obra aguardada há décadas pela nossa população”, comemora Weber.

Destaca-se que em 2020 Weber já havia destinado mais de 3 milhões de reais para esse projeto, e para este ano alocou mais recursos de emenda impositiva de seu gabinete para ajudar nesta importante obra.

O presidente do Hospital Santa Teresinha, Pedro Michels Neto também comemora esse marco: “O HST agradece mais este importante passo para a ampliação e, reitera, com total transparência de que a obra somente se iniciará com a garantia dos recursos. Lembrando que ainda contamos com o apoio da nossa população junto a assembleia da Cerbranorte, na distribuição das sobras dos anos de 2018, 2019 e 2020, para que no espírito verdadeiro do cooperativismo consigamos garantir a conclusão e manutenção da obra e a continuidade dos projetos já implantados que tanto contribuíram para a saúde da população como o plantão médico do hospital. Uma vez que não vemos forma mais humana, democrática e igualitária de distribuição desses recursos pertencentes aos nossos cooperados”.

Assessoria de Imprensa / Deputado Estadual Volnei Weber