O Tigre não jogou o futebol que todos estão acostumados, o Fluminense aproveitou a fraqueza do adversário e essa não foi apenas a visão da torcida, mas também do técnico do Criciúma, Vadão. Após a partida em Macaé, o comandante da equipe declarou que o elenco não se comportou conforme vinha se comportando no Campeonato Catarinense e na partida de estreia da Série A, contra o Bahia.

Segundo Vadão, houve uma tentativa de mudança, mas, mesmo assim, não foi possível alcançar uma reação convincente. “A gente jogou dentro do jogo do Fluminense, embora o Fluminense não tenha criado grandes oportunidades até os 25 minutos do segundo tempo, mas teve muita posse de bola. A gente tentou corrigir já no primeiro tempo, tirando o Dutra e colocando o Tartá, melhoramos no segundo tempo, tivemos mais algumas chances, mais escanteios, mais faltas, mas que foram insuficientes porque a marcação não foi a mesma”, disse Vadão.

De acordo com o técnico, já era consenso que as duas partidas fora de casa com dois times considerados entre os melhores do país não seriam fáceis, porém o Criciúma poderia ter se saído melhor do que se saiu. “Nós tentamos fazer um meio de campo forte, mas fomos surpreendidos por dois gols de bola parada. A gente também não criou praticamente nada no primeiro tempo. No segundo tempo, fomos melhores, mas deixamos demais o Fluminense com a bola no pé. Ficamos assistindo muito e, se continuarmos assistindo, fica difícil. A gente conhece bem (a equipe) e sabia que teria dificuldade de jogar aqui, mas a dificuldade não pode deixar que a gente não jogue o que está acostumado a jogar. Só que, nesses dois jogos, nós ficamos muito abaixo do jogo contra o Bahia”, afirmou Vadão.

Receita é mudar radicalmente

O treinador lamentou as duas derrotas seguidas, mas já adiantou a receita para mudar o cenário da competição. “Faltou a gente acreditar um pouco mais e jogar dentro do nosso padrão. Temos que voltar ao padrão nessas duas partidas dentro de casa. Tem que mudar radicalmente a nossa postura, não tem por que a gente pelo menos não tentar jogar do jeito que sempre jogou. Eu peço à torcida que nos apoie, vamos esquecer esses dois últimos jogos, nosso desempenho foi bem abaixo e temos que mudar radicalmente”, destacou.