A Unisul lança o curso de especialização em Bovinocultura Leiteira. O curso tem por objetivo capacitar profissionais para aplicação de tecnologias que visam maximizar a eficiência biológica e econômica na atividade leiteira. O aluno compreende o desenvolvimento da produção agropecuária, a melhoria do sistema produtivo e o surgimento de novas fontes para o aprimoramento da qualificação profissional e de pesquisa, aumentando a quantidade, qualidade e eficiência na produção animal. O curso é coordenado pelo professor Fabiano Buss Cruz.

Poderão participar do curso profissionais das áreas de Medicina Veterinária e de Zootecnia ou os que atuam no setor de fomento e assistência aos produtores, como Tecnólogos em Ciências Agrárias. Acadêmicos que tenham concluído mais de 80% dos cursos citados acima também poderão se inscrever. As aulas acontecem às sextas-feiras à noite e aos sábados pela manhã e à tarde. As inscrições poderão ser feitas online pelo site da Unisul (www.unisul.br) até o dia 14/6 e presencialmente até o dia 17/6. As aulas acontecerão na Unidade de Braço do Norte – Fazenda Experimental da Unisul, a partir de 21/6. O coordenador do curso de Medicina Veterinária da Unisul, Peter Bürger, esclarece que Santa Catarina é o quinto produtor brasileiro de leite, responsável por 7,7% da produção nacional e com constante ganho de espaço no cenário nacional. No período de 2005 a 2009, a produção catarinense cresceu, em média, 9,5% ao ano, mais que o dobro do crescimento médio da produção brasileira. No entanto, este aumento de produção deve ser reduzido nos próximos anos em virtude do sistema de produção ser basicamente em pequenas propriedades com baixa expectativa no aumento de área para esta produção. Com a impossibilidade física no aumento do número de animais, o caminho para aumentar a produção do Estado será através do incremento na produtividade de cada rebanho.

Informações de Cilene Macedo