Durante as próximas 24 horas as Defesa Civil Municipal de Florianópolis e a Estadual estarão com as equipes de prontidão por conta da previsão de uma forte chuva para a tarde desta terça-feira e madrugada de quarta. Na Capital, desde sábado cem vistorias já foram realizadas em áreas de risco e mais de 10 casas foram interditadas em razão do mau tempo. De acordo com o monitoramento climático, poderá haver ressaca no mar, áreas inundadas, chuva de até 90 mm e rajadas de vento perto dos 100 km/h.

O avanço do mar, que terá ondas de até três metros, poderá ocorrer entre Laguna e a Capital. Já quanto ao acumulado de chuva a previsão é de 30 a 60 mm da Grande Florianópolis até o Norte do Estado. A Defesa Civil orienta aos moradores que estão em áreas de risco, como no maciço no Morro da Cruz na Capital, e em regiões conhecidas por alagamentos constantes, a procurar um local seguro para se abrigar e avisar aos órgãos pelo 193 e 199.

A previsão não indica como e que espaço de tempo deve ocorrer o acumulado de chuva, o que se sabe é que o período crítico será durante a madrugada e vai diminuindo a força durante o dia. Na quarta-feira e manhã de quinta uma massa de ar seco e frio pode provocar queda de temperatura no Estado, com mínima em torno de 4°C em São Joaquim e condições para formar geada nas áreas altas da região serrana. No Litoral a temperatura também diminui com mínimas entre 15°C a 18°C.

Recomendação da Defesa Civil de SC, caso a previsão se confirme:

Tempestades com raios vento ou granizo: permanecer em local seguro e não transitar em locais abertos, próximo a árvores, placas publicitárias ou objetos que possam ser arremessados. Se houver granizo é aconselhável que as pessoas se protejam em lugares com boas coberturas, ao exemplo dos banheiros das residências, fechar janelas e portas, e não manusear nenhum equipamento elétrico ou telefone devido aos raios e relâmpagos.

Alagamentos: deve evitar o contato com as águas e não dirigir em lugares alagados. Evitar transitar em pontilhões e pontes submersas e cuidado com crianças próximas de rios e ribeirões.

Deslizamentos de terra: deve ser observado qualquer movimento de terra ou rochas próximas a suas residências e inclinação de postes e árvores. Neste caso, é recomendável que a família saia de casa e acione a Defesa Civil municipal ou o Corpo de Bombeiros.

Mar agitado: Condições desfavoráveis para as atividades de pesca e navegação de pequenas e médias embarcações.

Ressaca (maré de tempestade): proteger apetrechos de pesca e de maricultura, atenção para edificações, infraestruturas e vias em áreas de risco de erosão e inundações costeiras.

::Telefones importantes

Emergência Defesa Civil – 199
Corpo de Bombeiros – 193
Atendimento 24h – (48) 4009-9816

::Quarta-feira
Nebulosidade e chuva em boa parte do Estado durante a madrugada e a manhã, especialmente na Grande Florianópolis e no Norte. No decorrer do dia o tempo melhora, com aberturas de sol na maioria das regiões. No Litoral deve chover no fim do dia. Temperatura em declínio entre a tarde e noite.

::Quinta e Sexta-feira
Sol entre nuvens e condição de chuva isolada no Litoral e áreas próximas, especialmente no período noturno, devido a circulação marítima. Temperatura mais baixa na madrugada, com chance de geada fraca nas áreas altas do Planalto Sul. Durante o dia, temperatura em elevação.