Servidores públicos de Criciúma se reúnem no final desta tarde para definir se iniciam ou não a greve por tempo indeterminado. A categoria já está em estado de greve há uma semana. Principal ponto que vem travando as negociações é a questão financeira.

Trabalhadores querem repasse de inflação do período, pouco mais de 7% e ainda o ganho real, totalizando um reajuste de 10% em seus vencimentos. Última proposta do governo prevê apenas o repasse da inflação. Articuladores do Paço acreditam que repassando a inflação a greve, caso ocorra, deve ser considerada ilegal pela justiça.