Os secretários de saúde da região da Associação dos Municípios da Região Carbonífera estão preocupados com a situação dos colaboradores que trabalham nos serviços de saúde. A situação foi exposta hoje pela manhã (06/10), na reunião da Comissão Intergestores Regional (CIR-Carbonífera), e é semelhante nos 12 municípios.

Com a pandemia, muitos serviços de atendimento na área estão acumulados, o que vem causando sobrecarga. “São quase dois anos de demandas represadas na área da saúde. O trabalho está intenso, o que vem causando adoecimento de muitos profissionais de saúde”, disse o coordenador da CIR-Carbonífera, Murilo Debiasi Ferrareis.

Os secretários pedem compreensão e tolerância da população, já que todo o esforço está sendo feito para o atendimento. A demanda representa se reflete no atendimento e também nos exames. Conforme Murilo, além dos trabalhos rotineiros de atendimento à saúde, a pandemia ainda não terminou e é necessário vacinar. “As prioridades são inúmeras. Mas estamos dando atenção para as urgências e a vacinação”, diz o secretário.

CIR

A Comissão Intergestores Regional (CIR-Carbonífera), é composta por todos os secretários de saúde, mais o representante da Secretaria Estadual de Saúde.

Assessoria de Imprensa/Associação dos Municípios da Região Carbonífera – AMREC