IMG_6162Dia 9 de outubro de 2015. Esta data certamente ficará registrada na memória de muitas pessoas, em especial dos lauromüllenses beneficiários do programa que entrega medicamentos em casa, para pessoas acamadas e deficientes físicos. Depois de um período experimental o programa Remédio em Casa entrou em funcionamento.

De acordo com a secretária de Saúde, Daiane Querino, os remédios são entregues por uma motogirl (garota motoqueira), que é servidora do município e atua na área da saúde. Os usuários receberão a quantidade de remédios suficiente para 30 dias de tratamento.

“Inicialmente o programa está sendo desenvolvido nos bairros Itanema, Centro e Arizona. Em breve estaremos ampliando paras as demais regiões do município e também para pessoas acima de 60 anos de idade que tiverem interesse”, informou a secretária, acrescentando que medicamentos controlados não estão sendo entregues em casa, conforme legislação.

O senhor Auzilio Locatelli, de 81 anos, morador do bairro Centro, sofre de artrose nas pernas, e agora não precisa mais se preocupar em encontrar uma pessoa buscar seus medicamentos. “É muito bom este serviço. Agora não preciso mais ficar pedindo para os outros para irem até a secretaria buscar. Só espero pela motogirl. É uma benção”, enalteceu a senhor.

A oficialização do início do programa foi acompanhada pelo prefeito Fabrício Kusmin Alves, que comemorou o início dos trabalhos. “Este momento estava sendo muito esperado por nossa equipe de governo. Sempre acreditamos que era possível de se fazer. E agora entregamos mais este serviço para nossa população”.

Ele disse ainda que, “levou um tempo para que pudéssemos colocar em prática, afinal, não era simplesmente adquirir a motocicleta contratar alguém para fazer a entrega. Foi preciso criar todo um sistema de cadastramento de usuários, capacitar uma pessoa par realizar o trabalho e organizar toda logística do processo. Mas enfim, agora podemos dizer que este sonho, grande anseio de nossa população, já é realidade”, destacou o prefeito.

De acordo com a Secretaria de Saúde a inclusão dos usuários ao programa é feita pelos profissionais das unidades de Saúde da Família, que também fazem o acompanhamento dos pacientes. Para receber o medicamento em casa, o paciente deve cadastrar-se no programa e assumir o compromisso de manter o acompanhamento médico nos centros de saúde e fazer exames e consultas regularmente.

Ascom/Prefeitura de Lauro Müller