Foto: Martha Dominguez de Gouveia/Unsplash/ND

Santa Catarina tem quatro bebês e três crianças aguardando por vaga em leito de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), conforme atualização no fim da tarde desta terça-feira (21). Além disso, outros 13 pacientes esperam por UTI para adultos.

De acordo com o SES (Secretaria de Estado da Saúde), 20 catarinenses seguem em busca por atendimento especializado nas UTIs públicas. Levando em consideração apenas os pacientes para unidades neonatais, um apresenta problemas respiratórios e outros três são por conta de outras doenças.

Ainda conforme o governo estadual, todos os três pacientes que aguardam por vaga em UTI pediátrica têm problemas respiratórios e são do Sul de Santa Catarina.

Mais uma vez, a fila por vagas em unidades para tratamentos de adultos é a maior, sendo cinco com problemas respiratórios e outros oito por necessidade de serviço especializado para outras doenças.

Veja por região:

De acordo com o painel de leitos de UTI SUS, atualizado por volta das 11h desta terça-feira, Santa Catarina tem 1.022 unidades ocupadas, ou seja, 96,17% das ativas. Dessa forma, apenas 41 estão livres para receber novos pacientes.

Levando em conta apenas as unidades neonatais, cinco regiões estão com 100% de ocupação. No cenário estadual, apenas cinco das 178 estão disponíveis, ou seja, 97,19% de ocupação.

Já em relação aos leitos pediátricos, apenas três dos 96 ativos estão disponíveis em Santa Catarina. Já para atendimento de adultos, a rede pública catarinense conta com 789 leitos de UTIs ativos, mas apenas 33 estão disponíveis.

Veja a ocupação de leitos de UTI por região

Taxa de ocupação dos leitos de UTI por macrorregião em SC – Foto: SES/Reprodução/NDTaxa de ocupação dos leitos de UTI por macrorregião em SC – Foto: SES/Reprodução/ND

A SES esclarece que o indicador de taxa de ocupação é “virtualmente inferior à taxa de ocupação real devido à rotatividade de pacientes e aos horários de atualização do painel. Quando liberado, um leito constará temporariamente como disponíveis mesmo que já esteja reservado a algum paciente”.

SC planeja ativação de 17 novos leitos até o fim de junho

Santa Catarina ativou seis leitos de UTI neonatal, oito de cuidados intermediários pediátricos e seis pediátricos desde o início de junho.

As UTIs foram incluídas nas seguintes unidades:

  • Hospital Infantil Joana de Gusmão, Florianópolis: Um leito neonatal, oito de cuidados intermediários pediátricos;
  • Hospital Hélio dos Anjos Ortis, em Curitibanos: Cinco neonatal;
  • Hospital Pequeno Anjo, Itajaí: Seis leitos de UTI pediátrica.

“São apenas os primeiros dos 82 leitos previstos, entre pediátrico e neonatais, que farão parte dos atendimentos do serviço único de saúde”, conclui a pasta por meio de nota.

Além disso, outros 10 novos leitos de UTI adulto e 17 de enfermaria também foram instalados no Hospital Florianópolis.

Em contato com a reportagem do ND+, a SES informou que o planejamento é instalar 17 novos leitos pediátricos e neonatais até o fim de junho. Veja onde:

  • Hospital Azambuja, em Brusque: 10 de UTI neonatal e dois de UTI pediátrica;
  • Hospital Seara do Bem, em Lages: Cinco de UTI pediátrica.

Além das 17 UTIs para junho, o governo estadual divulgou, nesta terça-feira, que estão previstas as aberturas de outras 50 unidades para o mês de julho nas seguintes unidades:

  • Hospital e Maternidade Jaraguá do Sul: Seis de UTI pediátrica;
  • Hospital Governador Celso Ramos, Florianópolis: Quatro UTI adulto;
  • Hospital Regional de Araranguá: Cinco de UTI neonatal;
  • Hospital e Maternidade Carmela Dutra, Florianópolis: Três leitos intermediários canguru;
  • Hospital Infantil Jesser Amarante Faria, em Joinville: Dez de UTI pediátrica;
  • Hospital Regional Alto Vale, em Rio do Sul: Quatro de UTI neonatal;
  • Hospital Materno Infantil Santa Catarina, em Criciúma: com 7 de UTI neonatal;
  • Hospital Regional de São José: Dez de UTI neonatal e um de UTI adulto.