Com o objetivo de conhecer a legislação portuguesa de inovação, em especial a proposição da zona livre de inovação, a Satc, por meio de seu diretor-executivo, Fernando Luiz Zancan, visitou o Centro de Engenharia e Desenvolvimento de Produto (CEiiA), na cidade de Matozinho, ao lado da cidade do Porto, em Portugal.

Além de conhecer a CEiiA, o diretor da Satc conversou sobre possíveis parcerias, já que o Centro tem estabelecido um conjunto de parcerias internacionais, visando o lançamento de programas que promovam a rápida internacionalização e escalabilidade de startups. “Na última semana o CEiiA, através da sua aceleradora 4Scale, assinou com a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial, um Memorando de Entendimento, para promover a aproximação entre startups e indústria do Brasil e Portugal. O Centro está envolvido em diversos projetos no Brasil e no mundo com universidades e organizações cientificas envolvidas em inovação”, explica Zancan.

A Satc pretende avançar nas tecnologias de mobilidade elétrica e isso é um foco de atuação do CEiiA. Zancan teve reunião com o CEO, José Rui Felizardo e com o gerente coorporativo Glaulter Crisostomo, sendo acordado uma visita na Satc ainda em dezembro, para discutir futuras parcerias. “A visita superou as expectativas, pois visitamos uma entidade de excelência em classe mundial que demonstra o acelerado crescimento de inovação que Portugal teve nos últimos anos”, afirma o diretor executivo.

O CEiiA foi criado em 1999, com o objetivo de suportar a competitividade da indústria automotiva portuguesa e hoje diversificou, ampliando suas atividades para as indústrias aeronáutica, mobilidade urbana, industrial naval e espacial, sempre focada no desenvolvimento de tecnologias e fomentando a inovação.

Assessoria de Imprensa da Satc (www.satc.edu.br)