O encontro realizado no auditório da Prefeitura Municipal nesta quinta feira (7) às 19h30min contou com a presença do prefeito Fabrício Kusmin Alves, vereador Valmir Cesconectto, Paulo Cesar Freiberguer presidente do conselho da cidade de Lauro Müller alem de proprietários de terras nas encostas da serra geral.
No encontro ficou decidido que novas propostas serão apresentadas a FATMA através de uma reunião com data ainda a confirmar envolvendo prefeito, proprietários de terras, vereadores, lideranças de todo o município e do comércio, uma proposta apresentada consiste em numa nova demarcação de limites do Parque, depois seria discutido a zona de amortecimento e como seria feito o manuseio desta área.
Uma segunda proposta levantada  e que agradou a todos os presentes inclusive o prefeito Fabricio foi a criação de um Parque Natural Municipal, cabendo ao município á administração de toda área assim como sua exploração ao invés do estado como é proposto na criação do parque estadual.

O trabalho de coleta de dados foi realizado pela empresa Geoambiente e iniciou em setembro do ano passado. Os dados coletados foram usados para construir a proposta de criação do parque que nas ultimas reuniões comçou a ser rejeitada por proprietários de terrenos como também pela prefeitura.
Um parecer técnico, elaborado pelo geógrafo e professor da Universidade Federal de Santa Catarina (Ufsc), Odair Gercino da Silva, foi apresentado durante a reunião. Nele, o geógrafo, sugere a criação de um parque municipal ao invés de estadual e menciona que a área já é preservada e está inserida no Plano Diretor do município.
A criação do Parque Estadual Serra do Rio do Rastro é uma forma de compensação ambiental pela instalação das usinas eólicas instaladas em Bom Jardim da Serra. O parque que será criado vai abranger parte dos territórios de Orleans, Lauro Müller, Bom Jardim da Serra e Treviso.