O Centro Universitário Barriga Verde (Unibave) organizou uma recepção animada e calorosa aos quase 400 calouros da Instituição. A atividade se realizou nesta quarta e quinta-feira (02 e 03/03), no Centro de Vivências. As turmas de ingressantes foram divididas em cinco grupos, para manter o distanciamento social e cuidados com a pandemia de Covid-19.

Durante o encontro, comandado pelo educador físico Tiago Duarte, alguns ingressantes se manifestaram sobre os motivos que os levaram a escolher uma graduação. Como foi o caso de Bianca Sandrini, de 21 anos, que estava começando a fazer o Trabalho de Conclusão de Curso de Nutrição, quando resolveu trocar tudo e fazer Enfermagem. “No ano passado meu pai teve uma doença degenerativa e ficou acamado por nove meses”, relatou a acadêmica, que cuidou do pai. “Foi aí que percebi que não era da maneira de nutrir que gostaria de cuidar das pessoas, mas da maneira que a Enfermagem cuida”, contou.

O pai também foi o motivo que fez João Luiz Ricardo Esteves, de 18 anos, escolher o curso de Sistemas da Informação. Segundo ele, o pai já trabalha nesse ramo. “Cresci vendo ele fazer basicamente o que vou aprender no curso. Já é de infância”, explicou, apontando como uma das áreas que mais cresceu ultimamente.

Além desse momento do Centro de Vivências, os acadêmicos ainda tiveram surpresas, como o balanço instalado próximo à Casa de Pedra e a distribuição de algodão doce. O reitor, Guilherme Valente de Souza, o vice-reitor, Luiz Denoni, e os pro-reitores, Leonardo de Paula Martins e Dimas Rocha também participaram da recepção, desejando as boas-vindas aos calouros e se colocaram à disposição para tudo o que os acadêmicos precisarem. “Somos uma Instituição acolhedora. Vocês podem nos procurar a qualquer momento”, disse Guilherme.