Foto:Bertoldo Weber/ Prefeitura de São Ludgero/Divulgação
Foto:Bertoldo Weber/ Prefeitura de São Ludgero/Divulgação

A intensidade de uma descarga elétrica causada por um raio, com a luz seguida do som, provocou um estrondo muito forte e assustou inúmeras famílias de São Ludgero, a mais de sete quilômetros de distância. Conforme matéria do jornal Notisul, o fato foi registrado a 1h14min da madrugada de quinta-feira, na propriedade de Matias Weber, na comunidade de Bom Retiro.

Timóteo Weber, filho de Matias Weber, conta que ao chegar às 6 horas na propriedade, rapidamente, concluiu que se tratava de um raio. “Eu e meu pai já vimos cair um raio a uns 200 metros da residência atingindo dois eucaliptos, mas nada comparado a esse”. Já Matias Weber esclarece que a região do Bom Retiro, ao longo dos anos, é afetada por raios.

“As pessoas mais antigas já contavam histórias de trovoadas e raios. Sinceramente, gostaria de uma explicação científica mais aprofundada para entender o que aconteceu”, ressalta. Chegou-se ao horário do ocorrido pelo fato de várias pessoas da comunidade e famílias residentes no perímetro urbano terem acordado assustadas com o estrondo e descrito de forma similar com as mesmas características o que ouviram.

Consequências
Até o momento, o que pode ser explicado sobre o ocorrido é que um raio com muita intensidade fez um círculo entre um pé de ipê e o muro de contenção de um açude, localizado ao lado da residência e de galpões da propriedade. As raízes da árvore foram descascadas. De um lado do círculo, um forte rasgo ocorreu na pastagem e do outro lado pedras de sabão, além de espedaçadas, foram lançadas a mais de 40 metros e atingiram o telhado de um galpão e da casa, chegando até a estrada geral.
Além disso, o cenário aponta que a corrente elétrica, por meio da água, atingiu a ilha murada por pedras, localizada no centro do açude, arremessando-as a vários metros. O motor do aerador existente no lago foi destruído e a energia seguiu pela rede de transmissão, estourando duas chaves gerais.