Fotos: Fernando Sombrio / Repórter Sul
Fotos: Fernando Sombrio / Repórter Sul

O quartel do Corpo de Bombeiros em São Ludgero foi inaugurado nesta tarde de terça-feira, 06 de outubro e será referência regional, esta é a colocação do Comandante Geral do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina, Coronel BM Onir Mocelin
O Comando do novo quartel ficará por conta do 3º Sargento BM Giovane Batista Martins.

INVESTIMENTO

R$ 601.833,00 foi o valor final investido pela Cooperativa de Eletricidade de São Ludgero (Cegero) no Caminhão Auto Bomba Tanque Resgate.
O Governo do Estado disponibilizou um total de 8 bombeiros militares e o município assumiu o compromisso de disponibilizar 7 bombeiros comunitários.
O investimento do Município de São Ludgero, do Governo do Estado e da Cegero no projeto de instalação do Quartel ultrapassa a cifra de R$ 1,5 milhão.

O Governo do Estado disponibilizou uma ambulância, um carro utilitário e vários equipamentos para o imóvel e a prefeitura cedeu o terreno.

O Corpo de Bombeiros do município, comandado pelo sargento Giovane Batista Martins, funciona desde janeiro de 2014 em uma sala no prédio da prefeitura, com trabalhos de vistoria e fiscalização. Só não havia um local todo preparado, agora o município recebe uma estrutura de alta qualidade.

COMPROMETIMENTO

Estava presente na inauguração o Governador do Estado, Raimundo Colombo, que na ocasião elogiou a forma como São Ludgero atuou na realização deste quartel.
Sobrou elogios para a Cegero, Colombo diz que é muito difícil uma cooperativa de eletrificação ajudar tão intensamente como ocorreu na cidade, além do caminhão ABTR, disponibilizou um funcionário, ele disse estar impressionado.

Na ocasião durante seu discurso o prefeito Volnei Weber quebrou o protocolo e solicitou recurso em nome dos prefeitos de toda a região para a construção de uma segunda ponte no município.
O governador com ar de surpresa, pois disse não esperar este assunto se comprometeu com o investimento para o próximo ano.
“A gente vai disponibilizar um financiamento de cinquenta por cento e repassar o restante do dinheiro para fazer a ponte no ano que vem porque neste ano a gente não tem mais o orçamento, fica aqui o compromisso como retribuição pelo gesto que São Ludgero faz em comunidade, vamos nos ajudar e também fazer a ponte” Afirmou Colombo.

Colaboração: Fernando Sombrio / Repórter Sul