Um furto em uma loja de conexões hidráulicas, no bairro Portinho, em Laguna, foi desvendado ontem pela equipe da Polícia Civil de Laguna. O acusado, de 36 anos, está foragido. Os investigadores suspeitam que ele tenha participações em outros crimes ocorridos na cidade.

O homem possui uma extensa ficha, com passagens por homicídio, roubo, receptação e furto. Todos os delitos foram praticados no Rio Grande do Sul, pois o bandido mora em Laguna há cerca de um ano e meio.
O estabelecimento foi invadido na madrugada do último sábado. Quando o proprietário chegou pela manhã, não havia sinais de arrombamento, pois o acusado utilizou uma chave mixa.
Diversos produtos foram levados, inclusive cerca de 30 peças de bronze de embarcações. Somente duas valem R$ 1,2 mil. Os investigadores descobriram que ambas tinham sido vendidas em um ferro-velho, na mesma localidade.

Na tarde de ontem, os policiais foram ao lugar e o dono admitiu que havia comprado as peças por R$ 28,00. Com esta informação, conseguiram o endereço do suspeito. Na casa, estava a esposa do ladrão.
Ela negou as acusações, mas o seu marido chegava em uma motocicleta e fugiu ao ver os investigadores. A mulher, de 31 anos, foi presa em flagrante por receptação e conduzida ao presídio feminino de Tubarão.

Vários produtos foram encontrados na casa, avaliados em R$ 2.290,00. O dono do ferro-velho também foi preso, mas pagou fiança e foi liberado.
“É bom deixar bem claro que esses comerciantes, quando compram produtos sem nota fiscal, estão cometendo um crime. Continuaremos a investigação para localizar os outros objetos furtados”, lembra a delegada Madge Branco.