A prefeitura de Orleans firmou Termo de Fomento com a Associação Cultural de Descendentes de Poloneses da Encosta da Serra Catarinense – Apolsca. O referido termo trata-se de uma proposta do departamento de Cultura, que visa o repasse de recurso no valor de R$ 20.000,00 para criação e implantação do espaço de memórias da comunidade de Chapadão, a qual foi encaminhada à Câmara de Vereadores, que aprovou por unanimidade, mediante o projeto de Lei nº 2.996, de 20 de abril de 2021. O termo foi celebrado na noite na última segunda-feira (17/05), na sede da associação que contou com a presença dos membros da Apolsca, autoridades políticas, representantes da Febave e comunidade local.

Em uma roda de conversa, a diretora do Departamento de Cultura, Dra. Andréa Debiasi, recepcionou os presentes, agradecendo pela participação e pontuando a obrigatoriedade do poder público em preservar a identidade étnica polonesa no município de Orleans, pela sua notável contribuição no contexto cultural. Na sequência, todos os presentes se manifestaram, enaltecendo a necessidade de valorizar as manifestações culturais dos poloneses, agregando valor às suas ações e, com isso, fortalecendo, também, o turismo.

Luiz Gaizinski Slachta, atual presidente da Apolsca, agradeceu o poder público pelo repasse do recurso, fomentando a cultura polonesa em Orleans. O vice-prefeito Mário Coan, ressaltou o compromisso que a prefeitura tem com as entidades culturais do município, tecendo elogios à Apolsca pelo comprometimento nas ações e engajamento da comunidade de Chapadão.
E, para encerrar, o prefeito Jorge Luiz Koch, destacou o trabalho desenvolvido pela Associação, afirmando ser “de suma importância preservar a memória e identidade da etnia polonesa em nosso município, que muito contribuiu e ainda o faz, para disseminar suas manifestações culturais, seja por meio da culinária, dança, e atrações turísticas, dentre outras”, frisou.

Salienta-se que a Apolsca promoverá uma atividade de contrapartida cultural: “Chapadão um Pedacinho da Polônia em Orleans (SC) – Café com histórias”, conforme descreveu a Dra. Andréa Debiasi.