Uma publicação na internet sobre o preço da gasolina na região provocou comoção em muitos consumidores de Tubarão. A foto, que circula nas redes sociais, mostra um posto de combustíveis de Criciúma vendendo gasolina comum a R$ 3,65 o litro. Em Tubarão, o preço médio do combustível, segundo a Agência Nacional de Petróleo (ANP), é de R$ 4,30.

Em uma busca rápida, é possível encontrar a gasolina comum, em Tubarão, por R$ 4,19. Esse valor é comercializado no dinheiro ou no cartão de débito. Por telefone, um funcionário do posto de Criciúma, que oferta o combustível a um preço bem mais baixo, revela que o valor faz parte de uma promoção da rede, que começou na última sexta-feira.

Segundo o vice-presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis Minerais de Florianópolis (Sindópolis), Joel Fernandes, esse valor tão baixo praticado atualmente por uma rede de postos de Criciúma é exceção. “Todos os postos que vendem a gasolina por menos de R$ 4 estão tendo prejuízo. Talvez eles não sintam agora, mas sentirão no futuro. Nesse caso específico, a promoção deve ter surgido como forma de amenizar a concorrência naquela região. É importante que o consumidor também se atente à procedência desse material. A pesquisa completa, do preço e da origem do combustível, ainda é a melhor opção para o bolso e para o próprio veículo”, explica Joel.

Reportagem/Diário do Sul