As Placas do Mercosul foram adiadas várias vezes, agora para junho. Atualmente a medida é válida para carros zero quilômetros e para a transferência de veículos. No meio do ano deverá ser estipulado um cronograma para que outros motoristas também realizem a troca. As placas atuais contam com 176 milhões de combinações, saltando para mais de 450 milhões com o novo modelo.

“Os valores em Santa Catarina não é possível precisar, porque tem a associação de fornecedores de placas. Deve ficar alguma coisa entre R$ 100 e R$ 200, não pode ser majorado esses valores, é o que já está sendo feito na Bahia”, explicou o policial civil e responsável pelo setor de infração de trânsito do Ciretran de Criciúma, Andre Marcelino.

As placas contariam com os brasões, indicando o município e também o estado do veículo, algo que dificultaria transferências devido ao QR code. “Vai cair a tarjeta do município, vai ser só Brasil. Também vai ter um selo digital para identificar todas as informações dos veículos, se encontra com furto, apreensão ou algum problema”, confirmou Marcelino.

Com informações do site 4oito.