Por volta das 13h30min a dona de casa Rita de Cássia Maurício, moradora da Rua Cairú, ao sair nos fundos de sua residência onde tem a lavanderia, deparou-se com o cão e ao tentar afugenta-lo o Pit Bull o atacou.

Ela só não se feriu porque foi defendida pelo seu cãozinho de estimação de nome Bono, que na tentativa de defender sua dona saiu com um ferimento no pescoço, outras pessoas que estavam na casa no momento do ataque tentaram ajudar e conseguiram espantar o cão.

O cão também muito assustado refugiou-se dentro da garagem da moradora que prontamente entrou em contato com á Policia Militar de Lauro Müller e Corpo de Bombeiros de Orleans que segundo o pai da moradora, disseram não ter os equipamentos necessários para retirar o cão do local.

Um morador do bairro foi chamado para ajudar, ao chegar no local encontrou o cão assustado e muito debilitado com visíveis sinais de abandono e maus tratos.

Depois de dominado pelo morador e devidamente preso com uma corrente, a estudante de Veterinária e presidente licenciada da ONG Miados e Latidos junto com um voluntário da ONG o jovem Marcelo, estiveram no local para examinar o animal, e constataram que o cão apesar de muito magro e sujo tinha somente um machucado em uma das patas.

O motivo pelo qual o animal que aparentava ter 3 anos ter atacado a dona da residência e seu cãozinho, provavelmente foi devido aos maus tratos sofridos pelo antigo dono, completa o voluntário da ONG.

Depois de examinado o cão ficou aos cuidados do morador que ajudou a domina-lo, nos próximos dias será providenciado um novo lar para o animal, segundo Fernanda presidente licenciada da ONG Miados e Latidos, não existe a menor possibilidade de o animal voltar para o antigo proprietário, uma vez que o animal apresentava sinais visíveis de maus tratos e abandono.