Um homem de 32 anos foi alvo de uma tentativa de homicídio em Braço do Norte. Atingido por dois disparos, a vítima teve a perna e um braço perfurados. A motivação do crime seria uma desavença motivada por uma suspeita de estupro que teria sido cometido pelo acusado, um homem de 26 anos, contra a filha da vítima.

Os disparos aconteceram por volta das 20h de quarta-feira, no bairro Coloninha. De acordo com o delegado responsável pela Delegacia de Braço do Norte, Gustavo Madeira da Silveira, o crime de estupro, que vendo sendo investigado em inquérito, aconteceu há alguns meses. “Por isso, estamos buscando informações para saber por que somente agora houve essa desavença entre o acusado dos disparos e a vítima”, informa o delegado.

Conforme a polícia, o acusado parou em frente à casa da vítima e efetuou quatro disparos de arma de fogo. Logo em seguida, fugiu. Em seguida iniciaram-se buscas à procura do acusado, que mora nas proximidades da casa da vítima. Ele foi encontrado em sua residência e informou que não sabia do que se tratava.

No entanto, o acusado foi conduzido até o hospital, para onde a vítima foi levada para atendimento médico, e foi reconhecido. Tanto a vítima quanto o acusado dos tiros, segundo o delegado Gustavo, têm passagens pela polícia. Após os procedimentos cabíveis o autor dos disparos foi encaminhado ao Presídio Regional de Tubarão.

Diário do Sul