1443498865pag6-principalO período de conscientização do câncer de mama e colo de útero inicia nesta quinta-feira. Em Tubarão, várias atividades estão programadas para contribuir com o movimento mundial.

A abertura da campanha Outubro Rosa será realizada no Museu Willy Zumblick, a partir das 19 horas, com diversas atrações. Paralelo à programação municipal, a Pró-Vida, a Unisul e o Laboratório MSD promovem um evento entre os dias 5 e 9 que visa a conscientização sobre a principal causa do câncer de colo de útero.

A cada dois minutos, uma mulher morre no mundo em virtude da doença. O Papiloma Vírus Humano (HPV) é o motivo mais significante, o segundo que mais atinge o público feminino no Brasil e perde somente para o de mama, segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (InCa). Ao contrário deste, o de colo de útero é facilmente prevenível pelo exame Papanicolau.

A semana da prevenção do HPV e da herpes-zóster (causada pelo vírus da catapora, sobretudo a pessoas acima dos 50 anos ou sob prescrição médica) ocorre no campus da Unisul, em Tubarão. Na próxima segunda-feira, às 20 horas, no Salão Nobre, haverá palestra com o ginecologista Edson Fedrizzi, autoridade nos estudos sobre HPV. A coordenadora do curso de medicina, a hematologista Maria Zélia Baldessar, abrirá o evento.

Envolvidos na campanha

A campanha municipal é organizada por uma comissão de pessoas e entidades interessadas na ideia da prevenção. Entre estas, além da Fundação Municipal de Saúde, estão a Eco Clínica, a Rede Feminina de Combate ao Câncer, o Grupo Girassol, a Unionco, o Hospital Nossa Senhora da Conceição (HNSC), o Movimento Cultural de Conscientização Negra de Tubarão (Mocnetu), as Fundações Municipais de Desenvolvimento Social e de Cultura e Esporte, e a Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para a Promoção da Igualdade Racial de Tubarão (Coppirt).