O ritmo de trabalho ao longo dos 6,2 quilômetros da rodovia BRN-424, que liga a região de Pinheiral ao centro de Braço do Norte, segue dentro do planejado. A obra tinha previsão para ser entregue em agosto deste ano, mas agora o prazo é que pavimentação seja finalizada em novembro.

Os trabalhos de construção de bueiros, alongamento da via e retirada de barrancos já foram concluídos. Agora, falta pavimentar o trecho entre a comunidade do Avistoso e o centro da cidade. O tempo de execução foi prolongado devido ao clima instável.

O serviço é assinado pela empresa Setep, de Criciúma, com um investimento de R$ 4,9 milhões, exclusivamente do governo do estado.

Segundo o Jornal Notisul, a pavimentação asfáltica da estrada do Pinheiral é uma reivindicação antiga dos moradores e empresários na microrregião. A primeira etapa foi feita do Pinheiral até o Avistoso, em uma extensão de 6,5 quilômetros. Foi inaugurada em 31 de maio de 2011 e teve um custo de R$ 7.576.968,97. Recursos exclusivos do estado, por meio do programa Propav Rural.

Investimento
Pelas margens da BRN-424, dezenas de frigoríficos e granjas de suínos geram centenas de empregos. Além das pequenas indústrias, a região do Pinheiral, formada ainda pelas comunidades de Avistoso, Taquaruçu, Riacho Alegre e Baixo Pinheiral, é conhecida por abrigar a bacia leiteira do Vale. Toda esta microrregião é uma das mais importantes economicamente para Braço do Norte e municípios vizinhos.

Antes do início das obras, em 2010, havia 17 empresas – entre pequenos frigoríficos, laticínios e queijarias – instaladas às margens da rodovia. No ano passado, antes mesmo da conclusão da primeira fase das obras, o número de indústrias instaladas no local passou para 25. Juntas, geram quase dois mil postos de trabalho.