Uma notícia da África do Sul deixou muita gente de queixo caído no mundo todo. Um estudante de oito anos casou-se com uma mulher de 61 no último final de semana. Segundo o jornal britânico Daily Mail, o garoto disse que queria atender ao pedido de seus ancestrais.

Sanele Masilela trocou alianças com Helen Shabangu na cidade de Tshwane. A noiva já está casada e tem cinco filhos. A família do garoto informou que preferiu atender o pedido, temendo um castigo divino. Helen é colega da mãe de Sanele, Paciencia Masilela, em uma central de reciclagem.

Paciencia, 46 anos de idade, é viúva. Ela contou que o avô de Sanele havia pedido, pouco antes de morrer, para o garoto se casar.

— Ele escolheu Helen porque a ama. Ela também foi convencida do argumento de Sanele de que era o que os ancestrais queriam— disse a mãe.

A cerimônia não tem validade jurídica. Os parentes da criança pagaram o equivalente a R$ 1,5 mil para a noiva e bancaram a festa, que foi organizada em apenas dois meses. Sanele vestiu gravata borboleta e um pequeno terno prata.

O caçula de cinco filhos trocou as alianças e até beijou a noiva na frente de cerca de cem convidados. A cerimônia chocou a comunidade africana, mas a família defendeu o casamento.

Sanele e sua noiva não assinaram a certidão de casamento e não precisam viver juntos. Ambos voltaram para suas vidas normais logo após a festa. Por fim, Sanele disse que espera, quando for mais velho, casar-se com uma mulher de sua idade.

— Eu estou feliz por me casar com Helen, mas vou voltar para a escola e estudar muito — disse o garoto.

HORA DE SANTA CATARINA