Com 76.748 votos (72,27%), o empresário Márcio Búrigo (PP) é o novo prefeito de Criciúma, no Sul do Estado. Apoiado pelo ex-prefeito Clésio Salvaro (PSDB), de quem foi vice na eleição de outubro (a vitória foi invalidada pela Justiça Eleitoral), ganhou com grande vantagem sobre o segundo colocado, Ronaldo Benedet (PMDB), que recebeu 12.629 votos (11,89%).

Com uma pequena diferença em relação ao segundo colocado, ficou ficou Fábio Brezola (PT), com 10.895 votos (10,26%). Na sequência, aparecem os candidatos Américo Faria (DEM), com 2.661 votos (2,51%) e Cintia dos Santos (PSTU), com 2.271 votos (2,14%). O último colocado, com 980 votos (0,93%), foi Rodrigo Maciel (PCB).

Pontualmente às 8h11 deste domingo, Márcio Búrigo votou no Colégio Marista, no Centro. Foi ao local acompanhado da mulher Bebel Búrigo e do vice Verceli Coral (PP).
— As pesquisas nos dão uma grande vantagem, o que mostra que a sociedade compreendeu o nosso governo e apoia a nossa continuidade. Espero que a população consagre a nossa vitória — disse Búrigo, ainda pela manhã.

A aprovação da gestão de Clésio Salvaro foi muito explorada ao longo da campanha para referendar a gestão que o pepista tem a missão de levar adiante. Márcio Búrigo disse, ao longo da campanha, que a vida dos criciumenses melhorou nos últimos quatro anos, mas afirma que muitas obras estavam previstas para sair do papel no segundo mandato. Sobre a participação do tucano em seu governo, o pepista afirma ser difícil uma nomeação oficial. Mas garante a tutela.

– Clésio Salvaro será um conselheiro. Eu diria, até, um conselheiro privilegiado.

DIÁRIO CATARINENSE