Uma mulher de 45 anos morreu após tentar separar briga entre os dois filhos, em Criciúma, Sul de Santa Catarina. Vanilda Demboski Choseki, que recebeu um tiro de espingarda na região do abdômen, chegou a ser socorrida por vizinhos, mas não resistiu e morreu ao dar entrada no Hospital São José.

Segundo a Polícia Militar (PM), por volta da 1h20min, o irmão mais velho, de 27 anos, foi armado com uma espingarda até a casa da mãe, no Bairro Linha Batista, próximo ao Morro da Fumaça, tirar satisfação com o irmão mais novo, de 21 anos. De acordo com a PM, o rapaz de 21 anos, que seria usuário de drogas, teria roubado objetos na casa do irmão mais velho.

Durante a briga entre os dois, a mãe teria tentado proteger o filho mais novo e foi atingida.

Após o disparo os dois irmãos fugiram levando a arma usada no crime. Até as 10h desta segunda-feira, ninguém havia sido preso pela polícia.

O caso será investigado pela Polícia Civil.

DIÁRIO CATARINENSE