Foto: Douglas Saviato/Divulgação
Foto: Douglas Saviato/Divulgação

O Hemosc de Criciúma estará aberto ao público neste sábado, dia 3, das 8 horas às 16 horas sem fechar ao meio-dia. A população que não consegue comparecer ao hemocentro durante os dias da semana tem a chance de exercitar a sua solidariedade. Conforme a responsável pelo setor de captação do hemocentro, Maria Regina Boteon Buttner, as doações de sábado são importantes para manter o estoque abastecido.

Homens podem doar em um intervalo mínimo de dois meses, não ultrapassando quatro doações por ano. “Já as mulheres podem doar em um intervalo mínimo de três meses, não ultrapassando três doações por ano”, explica Maria Regina.O processo de doação leva aproximadamente 50 minutos, são coletados 450 ml de sangue, que podem salvar até três vidas. Para realizar a doação basta o doador ir ao hemocentro com um documento oficial com foto, estar bem alimentado e possuir uma boa saúde, além de pesar mais de 50 quilos e ter entre 18 e 60 anos.

As tipagens negativas são as mais preocupantes, no entanto, todos os tipos sanguíneos são essenciais. O Hemosc de Criciúma atende 41 municípios do Sul do Estado, entre Laguna e Passo de Torres. São 28 hospitais e clínicas atendidas na região. Doar sangue é simples, seguro e não expõe o doador a qualquer risco de contaminação. Todo material utilizado é descartável e o volume de sangue coletado é reposto rapidamente pelo organismo do voluntário.

Dos 60 aos 69 anos o doador deve ter feito pelo menos uma doação. Já os doadores entre 16 e 17 anos devem ir acompanhado de um responsável. O hemocentro de Criciúma é aberto de segunda-feira a sexta-feira, das 7h30min às 18h30min. O Hemosc fica localizado na avenida Centenário, no bairro Santa Bárbara. Mais informações pelo telefone: 3444-7400.

Com informações de Douglas Saviato