A segurança, a saúde e o bem-estar dos catarinenses e turistas são a prioridade máxima do Verão Mais Seguro, força-tarefa lançada na manhã desta segunda-feira pelo Governo de Santa Catarina. A mobilização envolve mais de 20 órgãos do Estado e conta com investimentos que superam os R$ 100 milhões, além dos já realizados ao longo do ano para reforçar áreas como a segurança pública, abastecimento de água, energia elétrica, saúde e promoção do turismo.

“Esta é a maior atividade envolvendo os órgãos de Governo do Estado. Por 30 anos participei dessa operação. Durante o divertimento e o descanso dos catarinenses e turistas, haverá muitas pessoas trabalhando intensamente para garantir a segurança de todos, a energia elétrica, a água, a saúde. Fazer um verão mais seguro é a missão de todos nós”, declarou o governador Carlos Moisés, ao lançar a operação.

 

 

O governador destacou a importância dos municípios, da coordenação dos profissionais de todas as áreas e dos investimentos realizados pelo Governo do Estado para que a operação Verão Mais Seguro seja bem-sucedida. “Nós estamos fazendo investimentos que passaram muitos anos represados, para garantir o fornecimento da energia elétrica, o abastecimento de água, renovar a frota e os equipamentos das forças de segurança pública, ampliar a rede hospitalar e melhorar a nossa infraestrutura. Tudo isso como resultado de uma gestão que, mesmo com duas interrupções injustas e o enfrentamento da maior crise sanitária da história, consegue fazer os recursos dos catarinenses retornarem em ações que beneficiam a todos os cidadãos”, afirmou Carlos Moisés.

O lançamento teve a presença dos deputados estaduais Onir Mocellin e Paulinha, os secretários de Estado, chefes e profissionais das forças de segurança.

Força-tarefa para garantir a segurança e saúde

A projeção da Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur) é que essa temporada seja positiva para o estado. “Há uma demanda represada por causa da pandemia. O fluxo de turistas neste ano vai crescer muito. Quem vier para Santa Catarina pode estar tranquilo porque teremos uma grande força-tarefa para disponibilizar infraestrutura, segurança e vigilância em saúde para os nossos turistas até depois do carnaval”, prevê o presidente da Santur, Renê Meneses.

Verão Mais Seguro terá centros de testagens para a Covid-19, o reforço de 2.130 guarda-vidas civis, 531 novos soldados da Polícia Militar, aumento da capacidade de fornecimento de energia elétrica por parte da Celesc, reforço nas equipes da Casan e quase R$ 15 milhões investidos pela Companhia, monitoramento constante da balneabilidade de praias e lagoas, fiscalizações relacionadas aos direitos do consumidor, intensificação das ações preventivas no sistema prisional, prevenção e combate ao trabalho e à exploração sexual de crianças e adolescentes e forças de segurança pública mais preparadas como resultado dos investimentos feitos agora e ao longo do ano.

Todas as informações necessárias aos turistas durante o verão podem ser encontradas no site www.verao.sc.gov.br, como mapas turísticos, dicas de segurança, telefones úteis e notícias.

Responsabilidade de todos

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina e presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial, coronel Marcos Aurélio Barcelos, lembra que todo cidadão também exerce um papel importante para um verão sem acidentes, especialmente afogamentos. “É fundamental tomar todos os cuidados, observar a sinalização, priorizar o uso de locais onde há supervisão dos guarda-vidas e seguir todas as orientações deles”, afirma o coronel Barcelos. “Nós estamos prontos, treinados e motivados para a 59ª temporada em que o Corpo de Bombeiros atua. Haverá a nossa presença em mais de 500 postos de guarda-vidas, tanto no litoral quanto no interior. Queremos prestar um serviço de excelência para garantir a segurança dos nossos cidadãos e visitantes e fortalecer o nome de Santa Catarina como destino turístico seguro”, projeta.

Ações para fazer um verão mais seguro

Durante o ato de lançamento do Verão Mais Seguro, foram anunciadas mais oito ações do Governo do Estado especialmente para a temporada. A Secretaria de Estado da Saúde fará a implantação de Centros de Testagens para Covid-19 em parceria com municípios, universidades, Bombeiros Comunitários e Defesa Civil. Esses centros serão alocados em pontos estratégicos, como aeroportos, rodoviárias e pontos turísticos com grande circulação de pessoas.

Por meio da Santur, foram investidos R$ 630 mil para o ordenamento náutico, com a compra de equipamentos para o balizamento em praias e lagoas, a fim de oferecer mais segurança em áreas reservadas aos banhistas e na prática de esportes náuticos.

O Governo do Estado também investiu, novamente por meio da Santur, R$ 750 mil para o Programa SC Acessível. A iniciativa agora dispõe de 150 cadeiras de rodas anfíbias e 19 mil estrados serão distribuídos entre 22 praias e balneários catarinenses, tornando realidade a inclusão de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida às atividades turísticas. Profissionais treinados ajudarão no uso dos equipamentos.

Os 531 novos soldados da Polícia Militar formados neste mês vão atuar nas cidades que recebem o maior fluxo de turistas no verão até o dia 6 de março. Eles cumprirão missões no campo da polícia ostensiva e preservação da ordem pública.

O Instituto Geral de Perícias realizou a maior compra da sua história e contará com 92 novas viaturas, resultado de mais de R$ 11,2 milhões em investimentos. São veículos do modelo Hyundai Creta, que substituirão as antigas, que já não garantiam a segurança necessária às equipes.

Dez novas viaturas para o Corpo de Bombeiros Militar foram compradas para atuar especificamente nas ações do Verão Mais Seguro. São picapes que auxiliarão nas atividades de salvamento aquático.

A Celesc agora conta com mais dois transformadores móveis, um dos equipamentos mais importantes do sistema de distribuição, resultado de R$ 15,6 milhões em investimentos. A aquisição totalizará um acréscimo de 80 MVA, demanda suficiente para atender a população de municípios como de Porto Belo e Itapema somados. Com essas duas aquisições a Celesc soma o total de 14 subestações móveis aptas para entrar em operação sempre que o sistema elétrico demandar, trazendo agilidade e dinamismo na recomposição da rede de distribuição no caso de contingências.

Para melhorar a comunicação com os usuários das rodovias estaduais, a Secretaria de Estado da Infraestrutura e Mobilidade (SIE) firmou uma parceria para o compartilhamento de dados com o Waze, plataforma que reúne comunidades dentro e fora da estrada. Desenvolvido como uma troca gratuita, em mão dupla, de informações publicamente disponíveis sobre o trânsito, o Programa Waze For Cities Data promove maior eficiência e rotas mais seguras. A SIE oferecerá dados sobre interdições em rodovias estaduais, e sobre os principais incidentes. A parceria resultará em mais dados, dando aos cidadãos locais maior capacidade de contornar interdições de vias e congestionamentos usando o aplicativo.