O Governo de Lauro Müller decreta nesta segunda-feira (01) Situação de Emergência em todo o município por conta da estiagem prolongada. Sem chuvas, a captação e distribuição de água potável fica comprometida. O decreto 88/2020 regra a proibição de uso para atividades específicas, com objetivo de evitar consumo desregrado e desperdícios.

Por força do decreto, fica proibido durante o período de estiagem, o uso de água tratada e canalizada em atividades promotoras de desperdício, como lavagem de carros, muros, calçadas, passeios públicos e pátios de imóveis, além de irrigação de gramados e jardins. A proibição alcança, ainda, o resfriamento de telhados com umectação e umectação de vias públicas, exceto quando a fonte for o reuso de águas residuais tratadas.

Para fins do decreto será considerado período de estiagem todo período em que haja comunicação oficial da Casan sobre intermitências no abastecimento devido aos períodos sem chuva. Esse período acaba com a comunicação oficial sobre a normalização dos níveis nos reservatórios.

Atividades de uso da água quando seja indispensável para a segurança pública ou para a saúde, especialmente nas ações de combate ao COVID-19 e atividades comerciais, como lavação de veículos, em que se utilize hidrojato estão fora do decreto. Em caso de descumprimentos do decreto, bem como denúncias sobre desperdício dos recursos hídricos, os telefones 3464-3299 ou 98446-6971 estão disponíveis para denúncias.

Ascom/Prefeitura de Lauro Müller