Na manhã desta terça-feira, 21, o Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (GAECO) Grupo Regional de Criciúma, prestou apoio ao Grupo de Atuação Especial de Combate à Sonegação Fiscal e Lavagens de Bens (GAESF), do Ministério Público do Estado de Alagoas, na Operação Noteiras III.

A operação cumpriu dois mandados de prisão preventiva na Comarca de Jaguaruna e de quatro mandados de busca e apreensão, sendo dois em Treze de Maio e dois em Jaguaruna, no Sul do estado.

As ordens judiciais foram expedidas pelo Juízo da 17ª Vara Criminal da Comarca de Maceió, e têm como alvo supostos integrantes de uma organização criminosa especializada na prática de ilícitos societários e tributárias.

A investigação apura supostas fraudes consistentes na supressão de tributos por meio de empresas de fachadas, conhecidas como ¿noteiras¿.Na operação de hoje, foram apreendidos três veículos, um reboque, um jet-ski, 149 folhas de cheques preenchidas e R$ 109.210,00 em espécie.

Até o momento, houve a prisão de um dos envolvidos, estando o outro foragido.