Fofocar é espalhar, algo não deveriam ser contado.
Segundo estudiosos a fofoca surgiu quando Lucifer, ainda um anjo, chegou para Deus e falou “Fiquei sabendo que…”. Então a partir desse momento Deus amaldiçoa os fofoqueiros e a fofoca!

Não existe uma fofoca boa porque na verdade todas de uma maneira ou de outra jamais deixarão de ser fofoca. Á a fofoca é o desejo de prejudicar o outro ou por um inexplicável prazer, às vezes, por gostar do sentimento de superioridade, presunção, vingança ou da “satisfação obtida com a desgraça alheia”.

Tem gente que espalha a fofoca para aumentar seu próprio status e as pessoas gostam muito de fofocar porque é um tipo de mecanismo de passar adiante informações pessoais dos outros. Psicologicamente, acontece porque a pessoa não olha para si mesmo, quando não compreende que todos estão aprendendo e tentando ser felizes.

Quanto mais uma pessoa estraga a vida da outra, menos ela se sente de bem com suas próprias limitações e por isso precisa reforçar as limitações e os equívocos do outro. Pessoas também fofocam quando não conseguem lidar com as diferenças. Ao se depararem com alguém diferente delas, imediatamente julgam, comentam coisas que não deveriam comentar.

A fofoca não é um comportamento natural. É tipica de pessoas neuróticas e o tem problemas com sua auto-estima. É aquele que se sente incapaz de conseguir sucesso e tenta destruir os que chegaram lá.

A fofoca, para eles, é um instrumento que demonstra autocensura, autocastração e irrealização pessoal.

O fofoqueiro é um indivíduo doente e perigoso.

Não passe adiante uma fofoca e se afaste desse tipo de pessoa porque com certeza se você for contaminado com essa atitude poderá se tornar pior daquele que passou para o assunto.

Então, fuja!