Em assembleia geral, nesta quinta-feira (09/12), os prefeitos elegeram o presidente do Consórcio Intermunicipal Multifinalitário da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (CIM-AMREC). O prefeito de Cocal do Sul, Fernando Faveri, toma posse em janeiro de 2022, em substituição do prefeito de Morro da Fumaça, Agenor Coral. O prefeito de Forquilhinha, José Cláudio Gonçalves, o Neguinho, foi eleito vice-presidente.

O Fernando comentou que a escolha do seu nome foi um consenso, e que o Consórcio é muito importante para o desenvolvimento da Região Carbonífera. Ele destacou os serviços já prestados e que ainda há muito a contribuir ao desenvolvimento. “Viabilidade do Serviço Aeromedico (Saer), por exemplo, passa por aqui. Assim como o Sisbi e o projeto Recuperar, de recuperação das rodovias estaduais. Fico lisonjeado pela escolha e confiança dos colegas”.

Equivalência ao SISBI

A reunião aconteceu antes do ato festivo, em comemoração a certificação de equivalência ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (SISBI). Prefeitos, veterinários, secretários, técnicos da Epagri, Cidasc e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) estiveram presentes.

O veterinário da Epagri, Marcelo Pedroso, fez uma retrospectiva dos atos e dos fatos que aconteceram nos 15 anos até a conquista do selo. Fazendo menção a todos os gerentes regionais que passaram pelo processo. “Fiz questão de convidar todos eles e que eles se fizessem presente”, declarou, enquanto pedia para que eles ficassem de pé, agradeceu pela colaboração.

O atual presidente do CIM-AMREC, Agenor Coral, o Noi, disse em seu discurso que o que estão fazendo hoje é a missão e o compromisso dos prefeitos. “Estamos aqui para dar a nossa contribuição para melhoria da vida das pessoas, das empresas, e hoje estamos contribuindo com as agroindústrias. Desejo sucesso a vocês e que aproveitem bem essa oportunidade”, afirmou o prefeito em agradecimento ainda a equipe que trabalhou no trabalho.

A presidente da Epagri, Edilene Steinwandter, esteve presente no evento e disse que apesar de ser um selo de certificação de inspeção e de fiscalização, nesse caso a Epagri vê o desenvolvimento. “O SISBI é desenvolvimento e abertura da região para que ela se destaque, cada vez mais, no agronegócio e agricultura. Temos orgulho de estar vivendo o momento de hoje”, afirmou.

No ato desta tarde, o presidente da AMREC e prefeito de Orleans, Jorge Koch, repassou ao selo as mãos do presidente do CIM. Jorge esteve em Iguatemi, no Estado do Mato Grosso do Sul, no dia 26 do mês passado. Lá, recebeu das mãos da Ministra Tereza Cristina o certificado de equivalência. Durante o seu discurso Jorge comemorou a conquista com bom humor, dizendo “a partir do ano que vem, a nossa pauta não é mais Sisbi”, brincou o prefeito.

Renovação de contrato com os municípios

Durante o ato, a presidente da Epagri assinou o contrato que renova a prestação de serviço nos municípios de Cocal do Sul, Orleans e Forquilhinha. Conforme o gerente regional Edson Borba Teixeira, o contrato garante o funcionamento do escritório municipal da empresa. “Por meio do escritório nós prestamos toda a assistência aos agricultores e operamos as políticas públicas de apoio da Secretaria de Agricultura Estadual nos Municípios, com todo o apoio e orientação aos agricultores”, explicou.

Renovação do Aeromédico

O contrato de prestação de serviço com a empresa OZZ, que opera o Serviço Aeromédico na região, teve o contrato renovado por mais um ano. Conforme o diretor executivo do Consórcio, Daniel Spillere, o contrato venceria hoje, 9 de dezembro e foi renovado até 9 de dezembro de 2022. O diretor destaca que a renovação foi em cima do prazo, para não haver descontinuidade do serviço.

A partir de agora vai se debater a questão de reajuste de valores. O consórcio também abriu as tratativas para a colaboração da região da Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense (AMESC) e da Associação dos Municípios da Região de Laguna (Amurel). “O serviço é prestado de Passo de Torres a Paulo Lopes e a AMREC paga tudo”, afirmou Daniel.