IMG_6051A produção de brinquedos educativos está na fase de testes. A proposta, desenvolvida pelo curso de Engenharia Mecânica da Faculdade Satc, juntamente com o Sindicato das Indústrias Plásticas do Sul Catarinense (Sinplasc), vai disponibilizar brinquedos de montagem para escolas municipais da região Sul de Santa Catarina. Nesta quinta-feira (10), a engenheira de Aplicação da Braskem, Daniele Gonçalves, esteve na Satc conhecendo o processo.

A parceria com a Braskem vai possibilitar a doação da matéria-prima que será usada para a fabricação das peças. “Esse é o momento de ajustes. Estamos testando para verificar se algo precisa ser alterado na hora de produzir a matriz”, explicou o professor Alexandre Milanez, que coordena o projeto.

A matriz será produzida pela equipe do curso de Engenharia Mecânica. A partir dela é que serão moldadas as peças em plástico. O acompanhamento da engenheira da Braskem serve para orientar o processo. “Podemos discutir as diferenças de materiais, analisar os melhores itens e chegar a um produto de mais qualidade”, ressaltou Daniele.

O produto doado pela Braskem é o polietileno verde, item derivado da cana-de-açúcar e mais sustentável. Os primeiros testes no molde antigo são realizados com ele. A partir dos ajustes é que será montada a matriz definitiva.

O projeto pretende disponibilizar brinquedos educativos para as escolas municipais da Amrec, Amesc e Amurel. A iniciativa, firmada em 2014, entre o Sinplasc e o curso de Engenharia Mecânica da Faculdade Satc, deve beneficiar mais de 25 mil alunos.

Redação Portal Satc (www.portalsatc.com)