Incentivar a cultura, relembrando tempos antigos. Este foi o objetivo do grande espetáculo de contação de Histórias “No meu tempo era assim”, que aconteceu nesta terça-feira (19) em Lauro Müller. Nem mesmo o frio intenso que predomina na região Sul do Estado foi capaz de intimidar boas gargalhadas e o interesse dos alunos da rede municipal de Lauro Müller em acompanhar tudo atentamente.

As apresentações aconteceram ao ar livre, na Praça Paulo Gazola, no Bairro Arizona, no período da manhã e a tarde. O espetáculo conta a história das personagens Maria e sua avó, que embarcam numa viagem ao passado para relembrar os brinquedos e brincadeiras do tempo de infância da avó que viveu na Região Carbonífera Catarinense. Entre boneca de pano, entrudo e boi-de-mamão, as duas personagens vivem momentos de pura diversão neste universo.

Conforme a Secretaria Municipal de Educação, mais de 400 alunos acompanharam as apresentações. “O resultado foi muito positivo. O espetáculo contribuiu para o resgate histórico das brincadeiras de crianças da época dos nossos pais e avós, brincadeiras essas que hoje não se vê mais. As crianças acompanharam as apresentações e se divertiram muito neste momento de incentivo e valorização à cultura”, registrou a secretária da pasta, Heloisa Gonçalves Ribeiro Fontanella.

O Projeto “Caminhando e contando história: circulação ‘No meu tempo era assim'”, foi aprovado pelo Prêmio Elisabete Anderle de Estímulo à Cultura/2017, por meio da Fundação Catarinense de Cultura.

O objetivo é incentivar a imaginação, fazer com que o público se prontifique a inventar novas brincadeiras com elementos da natureza, que criem, que corram, que saiam da frente da tela da televisão, do computador ou do tablet. O espetáculo é protagonizado por Elisângela da Silva Machieski e Ana Maria Manaus Teixeira, ambas com formação na área de história e contação de histórias.

Ascom/Prefeitura de Lauro Müller