A Escola Especial da Apae de São Ludgero recebeu aproximadamente 200 quilos de carne suína no início da tarde de hoje, terça-feira, 29 de março, das mãos de produtores independentes que integram a Associação Catarinense de Criadores de Suínos (ACCS), órgão local, resultado da manifestação realizada no centro de Braço do Norte referente a crise enfrentada no setor, com o baixo preço para comercialização e altos preços na aquisição dos insumos para produção.

Os produtores Carlos Hobold (presidente do Núcleo Municipal de Criadores de Suínos de São Ludgero) e esposa, Edilson Heidemann e esposa, Vanildo Heidemann, e o prefeito de São Ludgero, Ibaneis Lembeck, o Iba, foram recepcionados pela Diretora da Escola Especial da Apae, Daniela Ouriques Nunes Vicente, funcionários e alunos. Na ocasião, foram reforçadas as dificuldades que enfrentam os produtos, bem como o agradecimento da diretora e alunos ao destinarem um percentual da carne suína colocada para distribuição no ato público à entidade que atende 130 pessoas.

As ações para mobilização seguem, segundo os produtores independentes. Somente hoje, segundo os produtores, na ação realizada no centro de Braço do Norte, foram distribuídas 7,5 toneladas de carne à população.

Crédito de Fotos: Bertoldo Kirchner Weber/Assessor de Comunicação Município de São Ludgero