Consumidores de energia elétrica fornecida por cooperativas consideradas permissionárias já começarão a perceber a redução da tarifa a partir do próximo mês. Em janeiro, a presidenta Dilma Rousseff sancionou a Medida Provisória 579, que reduziu a tarifa em 18% para a população e de 32% para a indústria.

O desconto, contudo, foi permitido apenas às concessionárias distribuidoras, como é o caso da Celesc em Santa Catarina. As cooperativas aguardam o parecer da Aneel desde fevereiro. Em abril a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) atendeu ao pleito e autorizou o desconto, mas sem caráter retroativo.

Além disso, a medida também não garantirá percentuais uniformes às permissionárias. Isto porque o índice de abatimento será considerado a partir da avaliação da estrutura de cada cooperativa, quais áreas atendem (se rural ou urbana), se há indústrias ou a população assistida é de baixa renda, entre outros pontos a serrem considerados.

Na última semana, a agência autorizado o desconto de 18% nas tarifas de energia da Cerbranorte, com sede em Braço do Norte. O desconto já foi repassado aos consumidores. “Porém, nas faturas, é importante atentar para o fato de que até o dia 19 deste mês (última sexta-feira) ainda vigorava o valor antigo”, explica o presidente Antonio José da Silva, o Toninho.

Por isso, as faturas apresentarão o valor de tarifa calculado com a proporção dos dias de consumo de cada período. A partir de setembro isto não ocorrerá.

Duas cooperativas repassaram o desconto já em abril
Desde abril, apenas a Cooperzem, em Armazém, e a Cegero, em São Ludgero, podiam trabalhar com as novas tarifas. Isso porque são consideradas unidades consumidoras e não se enquadram na categoria permissionárias.
Para estas cidades, a redução não chegará ao percentual anunciado. Será de 6% em Armazém, e 13,7% em São Ludgero. As outras cooperativas da região enquadram-se no perfil de permissionárias e, por isso, precisavam aguardar o parecer da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Revisão tarifária
Confira quando os descontos começarão a valer para as cooperativas da Região Metropolitana de Tubarão
Próximo mês
• Coorsel – Treze de Maio
• Cergral – Gravatal
• Cooperfamília – Lauro Müller
• Cerbranorte – Braço do Norte
• Cerpalo – Paulo Lopes
• Cergal – Tubarão

Setembro
• Cergapa – Grão-Pará

Fonte: Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).