Uma emenda impositiva no valor de R$ 700 mil de autoria do deputado Rodrigo Minotto (PDT) vai possibilitar a manutenção da Maternidade do Hospital São Donato, de Içara. Os últimos detalhes foram acertados na manhã desta segunda-feira (27) em audiência do parlamentar com o governador Carlos Moisés, e o secretário da Casa Civil, Douglas Borba.

Durante o encontro, ficou definido que o Estado vai pagar os valores de maio e junho da contratualização hoje vigente. A partir de julho, o governo começa a pagar a nova regulação, com acréscimo da emenda de Minotto dividida mensalmente. “É uma grande vitória para a saúde do sul do Estado. Agradeço a sensibilidade do Governador e do Secretário da Casa Civil, que prontamente atenderam essa demanda, trazendo tranquilidade para centenas de famílias”, coloca Minotto. “A maternidade do Hospital São Donato, em Içara, não vai fechar. Conseguimos hoje uma solução para esse impasse, juntamente com o deputado Rodrigo Minotto”, destacou Carlos Moisés.

Logo que saiu da reunião com o governador, o deputado Minotto informou a decisão para a instituição. Conforme o diretor-administrativo do Hospital, Júlio César De Lucca, o recurso garantirá fôlego para a fundação filantrópica até que ocorra a definição de um novo contrato.

“A continuidade do serviço é um benefício para toda a comunidade. Queremos colaborar e ser parceiros do Sistema Único de Saúde. Agradecemos ao parlamentar pela sensibilidade e interferência direta, inclusive, com o sacrifício de uma emenda sua que poderia gerar outros resultados”, completa. Ao todo, a Maternidade do Hospital São Donato atende mensalmente quase 100 partos, além de Içara, com a demanda também de outras cidades da região.

Assessoria de Imprensa Deputado Rodrigo Minotto (PDT)