W3.CSS

A Polícia Militar atendeu uma ocorrência de ameaça, desacato e resistência. Em rondas pelo loteamento João Paulo II, ontem, terça-feira, 11, a guarnição foi ultrapassada em faixa contínua pelo veículo. Diante da infração de trânsito, com giroflex ligado foi dado ordem de parada sonora e luminosa para o veículo, o qual não obedeceu, somente após alguns quilômetros de insistência.

Ao solicitar a CNH do condutor, enquanto a guarnição realizava o procedimento de trânsito para liberá-lo, o condutor desceu do veículo e começou a questionar o serviço da polícia militar com dizeres: “vão prender bandido, vão pegar os faccionados do PGC, vocês querem multa para bancar vocês, as multas que pagam os salários e a comida de vocês”, informa a PM que ainda explica que diante das ofensas e do ânimo alterado, o mesmo pegou um celular e disse que tiraria foto dos policiais. “Desse modo foi orientado que teria total acesso aos nomes e matrículas, conforme repassados. Posteriormente começou a ofender e desacatar os PMs, dizendo que os policiais eram “folgados”, que retiraria o sorriso da cara dos policiais, que encontraria os policiais sem farda e  assim veriam como funciona”. Diante da ameaça foi dado voz de prisão ao autor, que nesse momento começou a correr na tentativa de fugir. No entanto foi alcançado pelo Sd. “Durante a algemação, resistiu tentando chutar o policial, mas que foi possível algema-lo. Após isso, com os ânimos mais calmos o masculino pediu desculpas, disse que estava errado, que deve respeitar a polícia”.

Diante dos fatos, foi ofertado o termo circunstanciado,  aceitou e se comprometeu a comparecer em juízo quando acionado e após assinatura foi liberado no local.

 

Foto: Divulgação