Em apenas três dias o suposto autor do primeiro homicídio do ano registrado em Capivari de Baixo foi identificado pelas polícias Civil e Militar. O acusado é um jovem de 20 anos, que confessou o crime ao delegado José David Machado. A vítima, Rodrigo Bardini Mendes, de 23 anos, foi encontrada sem vida no domingo.

A polícia foi acionada após Rodrigo ser encontrado por um amigo no banheiro da própria casa, já sem vida e com diversas perfurações pelo corpo. “Começamos a investigar o caso e, através de uma corrente encontrada no local do crime, conseguimos identificar o suspeito. A vítima grudou no pescoço dele antes de morrer, arrancando o colar e deixando marcas”, aponta o delegado José David.

Com os indícios, o delegado solicitou um mandado de busca e apreensão, que foi deferido e cumprido ontem com apoio da Polícia Militar. “Com ele encontramos o tênis sujo de sangue. As roupas foram queimadas e a arma usada, uma faca, foi entregue pelo acusado. O rapaz mora a 300 metros da vítima”, acrescenta José David.

Ainda de acordo com a polícia, o jovem confessou a autoria do crime. “Ele disse que estava se sentindo ameaçado pela vítima, foi até a casa do Rodrigo, bateu na porta e o esfaqueou. A tesoura que foi encontrada na cena do crime teria sido usada, possivelmente, pela própria vítima em uma tentativa de defesa, e não pelo agressor. Por trás de tudo isso estão as drogas”, explica o delegado.

Um mandado de prisão também chegou a ser solicitado na terça-feira, mas foi negado. Ontem, outro mandado foi solicitado pelo delegado e, desta vez, foi deferido. O rapaz foi preso preventivamente e encaminhado ao Presídio Regional de Tubarão no início da noite.