Antenor Angeloni assumiu o Criciúma no primeiro semestre de 2010 com a incumbência de não permitir que a tendência de fechamento das portas se confirmasse. Tinha como premissa sanar as dívidas do clube e fazê-lo saudável, além de contar um time competitivo. Pois no último mês, pela primeira vez desde que o empresário está na presidência, o Tigre deu retorno. Desde o início da ‘missão’, Angeloni era obrigado a injetar recursos próprios para a manutenção do clube e aquisições necessárias.
No ano passado, Antenor Angeloni, por meio do grupo G.A. (Gestão de Ativos) assumiu o controle financeiro e administrativo do Criciúma, que em comodato cedeu o comando pleno ao já presidente. Na época, a dívida do clube para com seu mandatário era superior aos R$ 10 milhões. Eis que o primeiro mês na primeira divisão do futebol nacional começa a fazer com que o débito seja amortizado.

– Nos últimos três meses não precisamos colocar dinheiro no clube. No último mês já deu até um retorno, pela primeira vez. O Criciúma devolveu R$ 2 milhões ao Angeloni – disse o presidente Antenor à Rádio Som Maior, de Criciúma.

A perspectiva de zerar a dívida entre presidente, por meio de suas empresas, e clube, passa pela permanência na Série A do Campeonato Brasileiro. Desta forma, segundo Angeloni, seria possível que as finanças cheguem ao azul. Independente disso, 2013 deve representar a amortização de mais da metade dos débitos do Tigre para com Antenor Angeloni. Assim, em menos de 10 anos – conforme contrato entre G.A. e Criciúma Esporte Clube – os compromissos assumidos do empresário para com o clube sejam cumpridos.
– Esperamos que até o final do ano possa haver o abatimento da dívida para R$ 5 milhões ou talvez até mais. Não temos a certeza. A situação começou a melhorar. Se nos mantivermos na Série A do ano que vem, seguramente vamos abater todas as dívidas do Criciúma, dentro daquela promessa de deixar o Criciúma numa situação maravilhosa, tanto financeiramente, quanto de patrimônio e estrutura. Está tudo caminhando – completou Angeloni.