A Defesa Civil de Capivari de Baixo tem intensificado, nos últimos dias, os trabalhos preventivos no município. Nesta quinta-feira (29), o diretor do departamento na cidade termelétrica, Adilson da Silva Pacheco, discutiu ações estruturais e não estruturais, além de planejamentos e estratégias que os gestores deverão tomar, visando a melhor resiliência para Capivari, em reunião na sede do Centro Integrado de Gestão de Riscos e Desastres (Cigerd), em Tubarão.

Pacheco foi recebido pelo coordenador regional da Defesa Civil, o bombeiro militar Anderson Martins Cardoso. A técnica e analista ambiental da Prefeitura, Renata Porto Morais, também participou do encontro. “Discutimos tratativas do Programa SC – Resiliente, além de nortear o debate sobre o Plano Diretor, Plano de Contingência e áreas de risco”, resume Pacheco.

Ao todo, são 20 Cigerds no Estado. O Centro de Tubarão atende os 18 municípios da Amurel, entre eles Capivari de Baixo. O objetivo desses locais é interligar toda Santa Catarina, onde a Defesa Civil possa trabalhar de forma integrada com outras secretarias de Estado, facilitando e direcionando as ações em crises.

Cada um possui cerca de 160 metros quadrados e foram construídos com nove módulos de ferro galvanizado. São estruturas autossuficientes com a capacidade de permanecerem operacionais mesmo com falta de energia elétrica. Foram investidos R$ 853.082,57 por unidade. Em Tubarão, a estrutura funciona na rua Padre Roberto Landell de Moura, 116, bairro São João – margem esquerda.

Números de emergência

Defesa Civil (199), Corpo de Bombeiros (193), e a Gerência de Monitoramento e Alerta, da Defesa Civil do Estado, que conta com atendimento 24 horas, com equipes de prontidão – (48) 3664-7056. Em nível municipal, os telefones de contato são (48) 3623-0501 e (48) 99676.7552.

Rafael Andrade/Assessor de Comunicação Prefeitura de Capivari de Baixo (SC)