Um crime bárbaro, cometido com requintes de crueldade, chocou os moradores da pequena Timbé do Sul, no Vale do Araranguá. Um homem de 44 anos foi morto com vários golpes de faca, teve uma mão e o pênis decepados e próprio sangue foi usado para escrever um aviso. A polícia deteve um jovem de 18 anos, que confessou o crime.

Assassinato ocorreu na área central da cidade. Lindomar de Barros foi encontrado por parentes. Ele estava sobre sua cama e tinha oito perfurações pelo corpo. Facas estavam cravadas sobre suas pernas, cabeça, Tórax e abdômen. Uma de suas mãos foi cortada e estava na cozinha. O assassino havia usado banha e uma frigideira para fritar o membro.

O pênis da vítima também foi decepado. Policiais encontraram o órgão enfiado entre as nádegas da vítima. Com o sangue da própria vítima, o assassino escreveu na parede do quarto. “Nunca mexa com a minha filha”. Nesta manhã, o delegado André Coltro contou, em entrevista a Rádio Eldorado, contou detalhes do crime. “O jovem de 18 anos, que costumava pernoitar na casa foi detido ontem e em depoimento confessou o crime”, relatou o delegado.

Segundo ele, os dois estariam na casa consumindo droga. “O assassino contou que estava muito chapado e que o recado na verdade era “Não mexa com a minha filha”. Durante o consumo de droga eles começaram a se ofender e revoltado, F teria tomado a decisão de matar Barros. As partes do corpo amputadas, segundo o depoimento, foram partes que a vítima teria tido que usaria contra a família do autor”, resume

Fonte: Anderson de Jesus