W3.CSS

Após dois meses de investigações e buscas por Jéssica Elias da Rosa, desaparecida no dia 21 de janeiro em Braço do Norte, a Polícia Civil finalmente encontrou o corpo da vítima de 24 anos. Em operação realizada na noite de ontem (24), a Polícia Civil, juntamente com a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros localizaram o corpo de Jéssica em uma mata na localidade de Rio Bonito.

 

Na tarde desta quarta-feira (23), a Polícia Civil prendeu uma terceira pessoa pelos crimes. Outras duas mulheres também estão presas.

 

Os investigados respondem pelos delitos de sequestro e/ou cárcere privado; associação criminosa, homicídio qualificado, e ocultação de cadáver.

Jéssica saiu de casa no dia 21 de janeiro por volta das 21h40, ela havia chegado do trabalho e participado da festa de aniversário do filho de oito anos, após a comemoração ela saiu de bicicleta e não retornou. Além do filho de oito anos, ela deixa uma filha de cinco.

Conforme apontam as investigações da Polícia Civil, Jéssica foi sequestrada, mantida em cárcere privado e assassinada. De acordo com a delegada responsável pelo caso, Jucinês Ferreira, o crime foi motivado por desavença familiar. “Havia entre os envolvidos relação conflituosa ligada a término de relacionamento. Uma das suspeitas é a atual do ex da vítima. E a outra suspeita é a sogra, que detinha rancor sobre a pessoa da vítima”, confirma a Jucinês. As duas mulheres estão presas.

O companheiro da ex-sogra de Jéssica também foi preso por participação nos crimes. O ex-namorado da vítima, que já está preso acusado por outro homicídio, também pode ter envolvimento.

A polícia ainda cumpriu mandados de busca e apreensão, “foram encaminhados ao IGP aparelhos celulares pertencentes às investigadas, e ainda o carro utilizado no sequestro solicitado exame pericial para coleta de vestígios de DNA”, informa.

 

As informações são de Hora Hiper