Comeram as obras de manutenção do Museu ao Ar Livre Princesa Isabel (Malpi), de Orleans. Os materiais já foram adquiridos e as madeiras estão recebendo tratamentos, com a aplicação de cupinicida hidro-repelentes. Depois, as tábuas das calhas que distribuem água para a ferraria, atafona, marcenaria e serraria serão trocadas, assim como serão reformadas as duas rodas d’água.

Depois do tratamento, as estruturas serão desmanchadas e refeitas. “As estruturas das calhas e das rodas d’água encontram-se em estado de degradação por ação do tempo, é necessário a intervenção. As calhas têm papel fundamental para garantir o funcionamento das rodas d’água”, destacou Valdirene Böger Dorigon, diretora do Museu.

O projeto de Conservação de Unidades do Malpi está sendo realizado com recursos repassados pela Prefeitura de Orleans, por meio do Departamento de Cultura, e a previsão é que as obras vão até dezembro. Em contrapartida, o Museu está capacitando os professores da rede municipal de ensino de Orleans. Na última semana, 60 auxiliares participaram da atividade, que tratou da imigração e colonização de Orleans, e a criação e construção do Malpi. Os demais professores têm capacitação agendada para o dia seis de setembro.

A diretora de cultura da prefeitura de Orleans, Andréa Debiasi, frisou a necessidade do repasse do recurso como forma de preservar um bem público. “O Museu é um patrimônio cultural brasileiro, reconhecido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). A sociedade é beneficiada com essa reforma, preservando um dos bens culturais e turísticos mais importantes de nosso município”, ponderou.