Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Através do exame de DNA, a Polícia Civil do Rio Grande do Sul confirmou a identidade dos corpos carbonizados em Canoas dentro de um veículo de Içara no dia 26 de agosto. Conforme o resultado apresentado nesta última quarta-feira, o Chery Face encontrado no acesso a Praia de Paquetá era ocupado pela proprietária, Solange de Lima Vargas, de 35 anos, e o companheiro, Paulo César Raichaski, de 42.

O caso segue ainda sob investigação da Delegacia de Homicídios de Canoas (RS), todavia, sem a divulgação de detalhes sobre as circunstâncias do crime que vitimou o casal em viagem até São Leopoldo para receber R$ 20 mil da venda de um imóvel. “Devido ao desrespeito do Estado do Rio Grande do Sul aos funcionários públicos não estamos passando informações sobre inquéritos policiais”, aponta a autoridade policial, Marcos Guns.

Canal Içara