Um duelo acirrado entre brasileiros e uruguaios abrilhantou o final da Volta Ciclística da Juventude, no Uruguai, nesta sexta-feira (1º). Os atletas completaram os 135 quilômetros da última das sete etapas ao chegarem à capital Montevidéu ao fim da manhã. A soberania conquistada ao longo das provas premiou Caio Godoy Ormenese, da equipe da Fundação Municipal de Esportes de Criciúma (FME)/Hidrorepell Tintas/Bike Point, com o título. O desempenho dele contribuiu também com a conquista do primeiro lugar da seleção brasileira na disputa por equipes.

O garoto de 17 anos repete o feito antes conquistado por apenas três brasileiros em 35 edições da tradicional competição que reúne atletas até 19 anos. Godoy quebrou a sequência de quatro títulos dos donos da casa. Em sete etapas, os ciclistas percorreram parte cerca de 700 quilômetros no território uruguaio. O último trecho uniu as cidades de Florida e Montevidéu.

A vantagem de 1min55seg conquistada ao longo da semana de provas sobre o uruguaio Anderson Maldonado permitia a Caio Godoy certa tranquilidade para cumprir o objetivo de chegar ao Parque Rodó, na Capital Uruguaia, como campeão. O segundo colocado, no entanto, fez de tudo para não deixar isso acontecer e encontrou resistência ao concorrer com Godoy e os brasileiros André Gohr e Áquila Roux sempre próximos. “Foi uma competição muito dura. Nossa equipe conseguiu controlar bem a volta estando sempre próximo ao Maldonado. Só tenho a agradecer aos meus companheiros”, reconhece o dono do primeiro lugar geral.

O esforço rendeu a Anderson Maldonado o terceiro lugar, atrás de Jorge Acosta e Matías Ibañez e apenas quatro segundos a frente de Caio Godoy. O brasileiro André Gohr, da equipe de Brusque, ficou com a terceira posição na classificação geral.

De longe, com os ouvidos atentos à transmissão da emissora local de rádio, o técnico da equipe da FME/Hidrorepell/Bike Point, Gustavo Freitas, vibrou a cada metro dos 135 quilômetros finais da Volta da Juventude. Ele antecipou o treino em Criciúma para acompanhar a narração das pedaladas. “O Caio fez uma grande competição e já é uma promessa olímpica do nosso país. Um orgulho para o Brasil e me sinto honrado em poder trabalhar com ele”, enaltece o orgulhoso “professor”.

Além do título geral e por equipes, a Volta da Juventude premiou também os ciclistas por características específicas apresentadas na prova, através das chamadas metas-volante. Confira a classificação da última etapa e todos os premiados ao fim da última etapa:

Sétima etapa (Florida-Montevidéu)
1º Jorge Acosta (URU) – 3h02min05s
2º Matías Ibáñez (URU)
3º Anderson Maldonado (URU)
4º Diego González (URU)
5º Christian Gutiérrez (URU)

Classificação geral final
1º Caio Godoy Ormenese (BRA) – 16h49min02s
2º Anderson Maldonado (URU) – + 1min51s
3º André Ghor (BRA) + 2min51s

Prêmio Sprinter
1º Sebastián Dirón (URU) – 20 pts.
2º Christian Gutiérrez (URU) – 11 pts.
3º Jairo García (URU) – 7 pts.

Prêmio Cima
1º Nicolás Aveiro (URU) – 130 pts.
2º Sebastián Dirón (URU) – 120 pts.
3º Caio Godoy (BRA) – 60 pts.

Regularidade: Matías Ibáñez (URU)
Revelação: Facundo Martín (URU)
Promessa Olímpica: Anderson Maldonado (URU)

Texto: João Pedro Alves – SC 04171 JP