Creditos: Divulgação/Diário do Sul
Creditos: Divulgação/Diário do Sul

Será dada a largada para a nona edição do Enduro das Neves. A competição acontece entre sábado e domingo e percorre doze cidades da região Sul. Aproximadamente 150 pilotos, de pelo menos 10 Estados brasileiros, participam da prova, que marca a sétima e penúltima rodada do Brasileiro de Enduro de Regularidade 2015.

Conforme matéria do Portal Diário do Sul, a competição inicia no sábado de manhã, com partida de Braço do Norte. Os pilotos vão percorrer 270 quilômetros, passando pelas cidades de São Ludgero, Pedras Grandes, Treze de Maio, Sangão, Jaguaruna, Balneário Rincão, até chegar a Termas do Gravatal. Segundo a organização, a expectativa é de que o circuito do primeiro dia seja concluído pelos pilotos em aproximadamente nove horas.

No domingo, o trajeto feito pelos participantes será de 200 quilômetros, que devem ser cumpridos em oito horas de prova. A largada ocorre em Termas do Gravatal. O percurso inclui as cidades de Imaruí, Imbituba, São Matinho e Armazém, e termina com chegada em Braço do Norte.

O Enduro das Neves é organizado pela associação de pilotos Feras da Trilha, de Braço do Norte. O evento recebe este nome (Das Neves) por ser realizado numa das regiões que registra as menores temperaturas do país.

De acordo com Nei Alexandre Debona, um dos organizadores, essa edição tem como novidade a quilometragem do trajeto, que aumentou em relação à do ano passado. “Com esse aumento, este é o maior percurso dessa modalidade do Brasil”, destaca Nei.

Além de contar pontos para o Brasileiro, a competição será válida pelo Campeonato Sul Brasileiro, pelo Campeonato Catarinense e pela Copa MTC de Enduro de Regularidade.

Um dos principais pilotos que representa a região na categoria Master – a mais importante do Enduro das Neves – é o tubaronense Guilherme Cascaes, que corre pela Yamaha Grupo Geração. No momento, ele ocupa a terceira posição na categoria e soma 218 pontos no campeonato, 41 a menos que o líder, o capixaba Jomar Grecco.

“Ainda temos chances de ficar com o título. Vou dar meu máximo nesta prova em casa, em um terreno que estou acostumado a treinar, para sair vitorioso e chegar na última rodada com pontuação para brigar pelo troféu”, destaca Guilherme Cascaes.