W3.CSS

Os prefeitos da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (AMREC) aprovaram em reunião, ainda no mês de dezembro, um ofício pedindo a Agência de Desenvolvimento do Turismo de Santa Catarina (Santur) o desmembramento dos 12 cidades da região de Criciúma da atual Instância de Governança “Encantos do Sul”.

Pela sugestão a região passaria a se chamar “Quatro Estações”, mas ainda precisa da homologação da Santur. O mesmo processo está sendo encaminhado pela Associação de Municípios da Região de Laguna (Amurel), que passaria a se chamar “Caminho Serra Mar”.

Insatisfeitos

O descontentamento se deve a não resolução da pendência jurídica na Instância que se arrasta desde 2019, o que deixou a Encantos do Sul sem uma diretoria efetiva.

“Eles não conseguem resolver a questão jurídica da Encantos. Eles não têm uma diretoria efetiva, é necessário uma revisão no estatuto, e não conseguem aprovar esse novo estatuto, sem chamar assembleia e com isso uma nova eleição. Ai a Instancia não tem uma diretoria validada, tem um administrador provisório, e com isso ela não consegue validar os materiais para 2022”, explica o presidente do Colegiado de Cultura e Turismo da Amrec, Ismail Ahmad Ismail.

O desmembramento de instâncias regionais é um fenômeno que vem ocorrendo em todo o Estado.

Instância de Governança

Hoje a Instância de Governança Encantos do Sul conta com 32 municípios (12 da Amrec, 18 da Amurel, mais os municípios de Palhoça e Garopaba).

A Instância de Governança é a maneira que estão divididas e organizadas as regiões para “decidir e conduzir o desenvolvimento turístico de uma região”, segundo o documento do Ministério do Turismo que estabeleceu e definiu as Institucionalizações da instância de governança regional.