Fotos: Divulgação Satc
Fotos: Divulgação Satc

Ruas de sorvete, chuvas de pirulito, borboletas, arco-íris e animais povoam o imaginário infantil. Mas não só isso. Os pequenos do 1º ano do ensino fundamental da Satc têm propostas interessantes para tornar o mundo um lugar melhor para viver. Cuidados com os idosos, abrigo para animais de rua, respeito às pessoas, cidades mais limpas e com motoristas respeitando as leis de trânsito são algumas das dicas que eles sugerem.

As sugestões vieram para responder a pergunta “Se eu governasse o mundo”, trabalho desenvolvido com as quatro turmas do 1º ano da Satc. Davi Ugioni Marcolino tem 7 anos e acha que as ruas poderiam ser de sorvete. “É muito gostoso”, confirma.

O trabalho que começou na sala de aula foi levado até as casas. “Eles tiveram que responder ‘Se minha família governasse o mundo’. Foi uma maneira de envolver a todos, fazer um trabalho contextualizado, que começa na escola e prossegue em casa com valores que eles aprendem para a vida”, pondera a orientadora educacional, Izabel De Brida.

Temas como saúde, educação, segurança e pobreza foram tratados em casa e na escola. Para Davi é preciso mudar algumas coisas. “As pessoas colocam lixo na rua e isso não é bom. Precisamos cuidar da natureza, dos animais, porque a camada de ozônio pode acabar e é ela que nos protege”, afirma.

A proposta desenvolvida pelas professoras do 1º ano se baseou no livro Se a criança governasse o mundo, de Marcelo Xavier. “A partir dele foi desenvolvido um livro digital, com desenhos e frases feitas pelos alunos. Eles trabalharam o tema aqui e em casa e puderam discutir assuntos variados. Podemos perceber que eles estão vendo as coisas erradas e sabem que pode mudar e ficar melhor”, ressalta a professora Adriana Binatti Baldessar.

www.portalsatc.com