Um adolescente sob tutela do Estado, que cumpria medida socioeducativa de internação no Centro de Atendimento Socioeducativo (Case) de Criciúma, veio a óbito na manha deste domingo. Ele tinha 17 anos e passou mal durante a prática de atividade esportiva, na Quadra de Esportes da unidade.

Conforme o Departamento de Administração Socioeducativo (Dease), imediatamente os agentes de segurança do Case iniciaram os procedimentos de primeiros socorros, acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o interno foi encaminhado para o Hospital São José, na cidade carbonífera, mas o adolescente não resistiu.

De acordo com laudo do Instituto Geral de Perícias (IGP), o adolescente teve um mal súbito e veio a óbito. A equipe técnica de atendimento psicossocial do Case tem dado apoio para a família. Todas as providências legais periciais já foram tomadas.