O acidente aconteceu na madrugada desta segunda-feira (1), na Carbonífera Metropolitana em Treviso.

Segundo depoimento do presidente do Sindicato dos Mineiros de Siderópolis, Cocal do Sul e Treviso, Antonio Cesar Stark o cabista de 40 anos foi atropelado por um “shuttle car” (caminhão que transporta o carvão nas minas de subsolo).

Ainda segundo o presidente do Sindicato, a mina ficará fechada por 24 horas, como protesto por mais segurança.

O mineiro foi socorrido e levado para o Hospital em Criciúma aonde chegou já sem vida, o corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Criciúma.

O minério morava em Criciúma, era casado e pai de dois filhos.

Netlm