Unir conhecimento teórico às questões sociais e humanas pode trazer resultados surpreendentes em sala de aula. Foi o que aconteceu com os alunos da disciplina de Cálculo I, do Ciclo Básico das Engenharias, na Faculdade Satc. Desafiados a criar um produto que contribuísse para o desenvolvimento cognitivo ou motor de autistas, os estudantes não desapontaram. Brinquedos para facilitar a aprendizagem ganharam forma no último semestre.

A atividade foi proposta pelas professoras Hellen Zago e Silvia Helena Mangili com objetivo de trazer problemas reais e do cotidiano em que se vive para a faculdade. “A gente quis que eles olhassem ao redor, para além dos muros da instituição. Para criar o produto, um modelo matemático precisou ser elaborado, juntando conhecimento teórico com o prático”, destacou uma das professoras.

Para desenvolver os produtos, etapas de projetos foram realizadas para ampliar o conhecimento dos acadêmicos. A produção foi apresentada para alunos, colaboradores da Satc e representantes da AMA (Associação Amigos dos Autistas). Para trabalhar com autistas não-verbais, por exemplo, os estudantes criaram um cubo de rotina. Outro brinquedo elaborado foi um piano eletrônico com cores, para auxiliar em aspectos motores e cognitivos.

A maioria do dos projetos serão doados para instituições da região. Na apresentação da última semana, houve uma entrega simbólica para a Escola de Educação Básica Dom Joaquim, representada pela diretora Rosimeri Zacarias e assessora de direção Cristiane Dagostim.

Redação Portal Satc